sexta-feira, 5 de agosto de 2016

Decora Lider 2016

Arter participa da mostra decoração Decora Lider,

A Lider Interiores prepara a Decora Lider 2016, uma das maiores mostras de decoração do país. Em sua 17ª edição, o evento acontece em seis cidades, em Ribeirão Preto, teve inicio em março.
As mostras contam ainda com o Espaço Identidade, onde os diretores criativos da Lider, os designers Guilherme Leite Ribeiro e André Bastos (Nada Se Leva), e a arquiteta Raquel Nogueira buscam reforçar a identidade da marca. A valorização do design, da qualidade, funcionalidade e inovação pautam esse espaço, que reflete o slogan da empresa: “Design feito para viver”.
Nós da Arter, participamos da mostra com obras de arte desenvolvidas especialmente para essa edição da mostra, focamos nas cores tendencia 2016 e formatos bem inusitados, desenvolvemos obras enormes para o espaço identidade e para os ambientes de Roberta Alonso e Mariana Oliveira, Cristine Bovi, Fabricio Frezza e GAbriel Figueiredo.
















quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Arter expoem na Loja Augusta

Com um espaço despojado e cheio de charme, a Augusta é uma loja em constante movimento, sempre inovando e criando idéias. ,

Augusta conta com um acervo ultradiferenciado, em objetos e móveis para decoração, também criam projetos de interiores, arquitetura, design gráfico e mobiliário.

Arter em sintonia com a Augusta, expõem obras de arte que são cara da loja!

Confira!


Obra Jazz, série Sur le trace de Henri


Obra It´s not just design, série EXPOPOP


Obras It´s not just design e Sweet dreams, série EXPOPOP


Obra Propagação, série Poemas abstratos 


 Obras O mar e O sol, série Poemas abstratos

 



quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Fundação Maria Luisa e Oscar Americano

Fundação Maria Luisa e Oscar Americano foi instituída em 1974 pelo engenheiro Oscar Americano. A partir de 1980 o acervo arquitetônico, paisagístico e artístico torna-se público, passando a constituir um dos espaços culturais e de lazer mais importantes da cidade de São Paulo. A fundação se preserva viva oferecendo cursos, concertos e outras atividades culturais, oferece aos visitantes um panorama do passado e do presente do País. Ampliado e enriquecido continuamente.

A casa foi projetada pelo arquiteto Oswaldo Arthur Bratke, em pleno movimento modernista brasileiro, no ano de 1950.

A casa está plantada em uma área de 75.000 m2 no bairro do Morumbi. O parque concebido por Otavio Augusto Teixeira Mendes, abriga aproximadamente 25.000 árvores. Ali estão exemplares de jacarandás, sibipirunas, angicos, paus-ferro, paus-brasil e muitos outros, retrato vivo e condensado da extensa riqueza natural do Brasil.

Patrimônio cultural brasileiro

Vale a pena conferir!













 Fotos Ana Isméria P. Velludo



 Fundação Maria Luisa e Oscar Americano
Avenida Morumbi, 4.077

terça-feira, 10 de novembro de 2015

Casa Vogue Experience, comemoração de 40 anos da revista.

Casa Vogue completa 40 anos e, para celebrar, preparou uma experiência que imprime o seu estilo a uma casa real e inesquecível. É o evento Casa Vogue Experience, que aconteceu no início de novembro, em São Paulo, reuniu o melhor do design, do décor, da arquitetura e das artes.

“A ideia foi materializar os conceitos, as tendências e os projetos que publicamos, transformando tudo isso em experiências reais”, sintetiza Taissa.

A casa,  contou com uma line-up repleto de grandes nomes do universo da arquitetura, da decoração, do paisagismo, do design e da gastronomia, aconteceram workshops e experiências sensoriais.

Nós, da Arter, estivemos lá para conferir, enjoy!!!

Peças e móveis exclusivos, inéditos no Brasil, além de itens desenhados especialmente para comemorar os 40 anos da revista, muita obra de arte e móveis de design, do jeito que a gente gosta!!!

PASSADO                       PRESENTE                            FUTURO







 Poltrona Cocoon e buffet Fita, assinados por Irmãos Campana


Poltrona Bola, assinada por Lina Bo Bardi





Workshop e bate papo com o publicitário Jotta e a designer Carol Nóbrega, do Flo Atelier Botânicoespaço recém-aberto na Vila Madalena com criações artísticas em vegetação.
Eles deram um show sobre criar e manter um terrário.!!!


Jardim interno ambientado com fotografias de Mauro Restiffe





  No lounge-bar, obra de Marine Hugonnier


Pintura geométrica, na escada, de Paolo Gonzato



   No escritorio obras de Cildo Meirelles, Lygia Clark e Lygia Pape






Móbile de Carlos Bevilacqua



   No quarto,  fotografias de Edgard de Souza




 Home, com obras de arte colocadas assimetricamente, composta por fotografia do coelho assinada por Sofia Borges e a tela assinada por Estela Sokol.

Fotos Ana Isméria P. Velludo



terça-feira, 6 de outubro de 2015

Exposição da série Sur le trace de Henri, na ARTER

“A obra de Henri Matisse gerou campos artísticos muito amplos.
Ele deixou marcos em quase todas as áreas: a luz como material, a relação com o cotidiano, as imagens, os recortes de papel... Matisse é como um mestre zen... Ele atua como um canal de conexão”.
Emilie Ovaere


Sur Le Trace de Henri

Hoje nos inscrevemos nessa linhagem, procurando uma relação particular com Matisse. Trabalhamos a cor, multiplicamos as potencialidades de materiais e processos pictóricos, dialogamos com o espaço e com bastante responsabilidade, experimentamos novas possibilidades.
É o Matisse visionário que nos atraiu, sua relação desinibida com a cor, sua utilização livre e sem receio de materiais e sua atitude diante da obra. Não se trata só da obra, mas do estado de espírito e da atitude do mestre.
O decorativo fornece justamente a prova de que a obra, a intenção artística dialoga de igual para igual com a arquitetura que a acolhe. A obra captura, pela forma, cor ou movimento, um fragmento do espaço presente.
Não deve haver luta contra o espaço em que ela é inserida, o cenográfico deve prevalecer.
O desenho está muito presente na obra de Matisse, no recorte da tela, nas dobras dos tecidos, nas estampas e arabescos e no relevo das formas em contraste.
Existe sempre aquela tensão da percepção de que existe na opacidade o risco da transparência, parte-se da figura e depois foge-se dela, os limites entre desenho e pintura, figura e abstração, físico e sensual, não são definidos, embora, essas dualidades deem fundamento às obras mostradas aqui hoje, tanto as pinturas como as fotografias, sensações trabalhadas em cor e forma, num fluxo de energia entrelaçada.
Voilá!
Ana Isméria e Maysa Pettes





Maysa e Ana Isméria Pettes


 Exposição, primeira sala


L´odalisque, por Maysa Pettes


 La fenêtre, por Ana Isméria P. Velludo


 
 Nature Morte, por Maysa Pettes
Fotos Ana Isméria P. Velludo



Em exposição até 15/10/15 de terça a sexta feira, das 09:00 as 18:00
Arter atelier de crianção em artes plasticas e fotografias
Rua Marechal Deodoro, 1668
Telefone 36231822



segunda-feira, 5 de outubro de 2015

Versos do inverso

Obras da Arter compoem a ambientação da nova identidade da loja Lider interiores, em Ribeirão Preto

As obras de arte da Arter, são expostas na loja lider, para compor a nova identidade da loja, alinhada ao novo momento da Lider Interiores que comemora esse ano 70 anos. 
A coleção 2015 de Designer Autoral da Lider,  assinada pelo Estúdio Nada se Leva (designers André Bastos e Guilherme Leite Ribeiro) e Lattoog Design (arquiteto Leonardo Lattavo e o designer Pedro Moog)
O novo layout da loja foi idealizado pelo arquiteto Renato Yonemoto que  escolheu pinturas, fotografias e esculturas de nosso acervo!
Confira as fotos, ou pessoalmente na loja Lider!




















Loja Lider – Ribeirão Preto
Avenida Wladimir Meirelles Ferreira, 1.545 – Jardim Botânico
Tel: (16) 3442-9002

segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Garde Partagée

Garde Partagée

Passados 100 anos desde que Marcel Duchamp mudou a história da arte, acoplando uma roda de bicicleta a um banquinho, nomeou as “coisas do mundo” como arte.
Em 1915, batizou a nova arte de Ready Made, termo usado em moda, para roupa produzida em série.

Hoje entendemos o Ready Made, evidenciado no excesso da produção em série para grandes massas, o que nos remete a uma questão ambiental. O que fazer com tanta sobra?
Reduzir os “excessos na vida” e achar novos usos para “sobras”.

Evocando memórias e renascimento

Série “Garde Partagée”
Pensamos em figuras esteticamente poéticas com mensagens implícitas de desconstrução da geometria, através do detalhe orgânico.
Reinventamos conceitos de experiência estética, transformando o descarte exagerado, fruto da falta de consciência do consumo, em um método de integração dessa sobra, pois acreditamos que as manifestações estéticas não estão isoladas do contexto do comportamento social.
Esta série de esculturas, chamada “Garde Partagée” visa mostrar as ações cotidianas desautomatizadas de sensibilidade no descarte e desenvolver a singularização do contexto eco nas pessoas.